domingo, 12 de julho de 2015

DVD "Gala do Tricentenário da Escola Francesa de Ballet"

Na Itália, o início. Na França, o desenvolvimento. Na Rússia, o auge. Embora, assim como na História que estudamos na escola, as coisas não acontecem de forma separada, esse é considerado o principal caminho percorrido pelo ballet. A França, em especial, merece destaque, afinal foi lá que surgiu o vocabulário que utilizamos em sala, as posições básicas dos pés e dos braços... E tudo isso foi possível graças a uma importante figura que valorizava as artes: o rei Luís XIV. Conhecido como Rei Sol não simplesmente pela opulência de seu reinado, mas também por causa de uma apresentação de ballet sua que durou mais de doze horas, em 1713 ele fundou oficialmente a Escola de Dança da Ópera de Paris. No ano de 2013 comemorou-se o tricentenário desta instituição com uma grande festa, na qual foram apresentadas quatro coreografias. Duas foram criações especiais para a ocasião: D'ores et Déjà, de Béatrice Massin e Nicolas Paul, que faz uma homenagem ao grande patrono do ballet francês, e Célébration, de Pierre Lacotte, a única interpretada por bailarinos da companhia profissional.
Mas a coreografia que eu gostaria de destacar deste belo espetáculo é "A Noite de Walpurgis". Uma vez, uma leitora escreveu dizendo que dançaria uma variação dessa peça, e ela perguntou se a mesma pertence ao ballet Raymonda. Na verdade, não.
A Noite de Walpurgis é um ballet que faz parte do 5º ato da ópera Fausto, de Charles Gounod. Nessa cena, o personagem Mefistófeles mostra a Fausto essa celebração que acontece uma vez por ano, na qual as almas dos que já partiram vagam livremente pela terra. Já Raymonda é um ballet em três atos que se passa na Idade Média, e fala sobre a história de amor entre uma nobre e um cavaleiro das cruzadas, que foi composto por Aleksandr Glazunov. Acredito que a leitora tenha confundido a Noite de Walpurgis com a cena "O Sonho de Raymonda", do primeiro ato do repertório, pois as duas possuem temas bem semelhantes: a primeira tem ambientação na mitologia grega, e a segunda se passa em um reino de fantasia, povoado por seres míticos.
Com contribuição de Bruno Alves, vamos à celebração!
Gala do Tricentenário da Escola Francesa de Ballet
Companhia: Ópera de Paris
Ano: 2013
Obras:
- D'ores et Déjà
Solista:
Gil Isoart
Estudantes da Escola de Ballet da Ópera de Paris

- A Noite de Walpurgis
Estudantes da Escola de Ballet da Ópera de Paris

- Célébration
Solistas:
Ludmila Pagliero, Mathieu Ganio
Corpo de Baile da Ópera de Paris

- Péchés de Jeunesse
Estudantes da Escola de Ballet da Ópera de Paris
Links:
https://mega.nz/#F!IAIWBYAT!koDo83S5p1eFFXgCcmL3gQ

Formato do Vídeo: .avi

Aplicativos Úteis: Clique Aqui!

Ultimamente eu não tenho tido muitas ideias de como encerrar as postagens... Desculpem!
Até a próxima^^

Nenhum comentário:

Postar um comentário