Ballet "Jewels"

Ei pessoal, tudo bem?
Na postagem de hoje começaremos com a temporada 2014 de ballets no cinema, sendo essa mais uma contribuição do Maurice Lugher. Na semana passada, o Bolshoi exibiu sua interpretação de Jewels, um ballet criado por George Balanchine em 1967. Como já comentei em matérias anteriores, nessa peça Balanchine homenageia três metodologias de ballet, cada uma delas representada por uma pedra preciosa. Penso eu que nós podemos ver esse ballet como uma espécie de alegoria, pois cada metodologia é uma verdadeira joia que com certeza deve ser preservada.
Essa montagem do Bolshoi me deixou encantada, os cenários e figurinos são lindíssimos!!!! Prontos para se emocionar?
Jewels
Companhia: The Bolshoi Ballet
Ano: 2014
Bailarinos Principais:
- Esmeraldas
Anastasia Stashkevich, Vladislav Lantratov, Anna Tikhomirova, Ivan Alexeyev,
Yanina Parienko, Ana Turazashvili e Igor Tsvirko

- Rubis
Ekaterina Krysanova, Vyacheslav Lopatin e Ekaterina Shipulina

- Diamantes
Olga Smirnova e Semyon Chudin
Links:
https://1drv.ms/f/s!Ar6VXXHgq-Sqm0EXOP0COx0xHHnJ

Formato do Vídeo: .mp4

Aplicativos Úteis: Clique Aqui!

É isso aí pessoal... Semana que vem tem mais!

Comentários

  1. Juli, tentei muito abrir o outro Jewel do site e não consegui,
    este abriu e está com ótima qualidade de som e vídeo, padrão Maurice.
    Obrigado aos dois. Dei uma espiada e sei que vou gostar.
    Agora vou esperar a hora certa prá curtir.

    ResponderExcluir
  2. Juli, assisti ao Jewels hoje e olha... Fiquei sem palavras! Tudo se encaixa de uma maneira impressionante e indescritível! Aos dez minutos de vídeo eu já estava encantada, e olha que nem tinha começado direito - a introdução é um pouco longa, fala um pouco sobre o Balanchine e sobre como surgiu a obra, enfim, uma aulinha básica.
    As Esmeraldas são uma graça, a coreografia é bem clássica, delicada, combinando bastante com a música do Gabriel Fauré (que eu não conhecia, mas adorei) e com o figurino que é um show por si só. Os Rubis tem uma coreografia e um figurino com um toque mais contemporâneo, bastante condizente com a composição do Igor Stravinsky, que é mais agitada e mais intensa. Os Diamantes... Os Diamantes poderiam muito bem ser alguma cena de sonho dos repertórios que a gente tanto ama! Tutus brancos impecáveis, música suave e maravilhosa - mas também, como esperar menos de quem compôs também A Bela Adormecida, O Lago dos Cisnes e O Quebra-Nozes? Sim, ele mesmo: Tchaikovsky foi o responsável por, musicalmente, dar vida aos Diamantes.
    Eu não sou muito fã do Bolshoi porque eles valorizam alguns aspectos com os quais eu não concordo, o principal deles sendo a perna nas alturas que muitas vezes significa sacrificar o alinhamento do quadril, mas olha... Nessa montagem o Bolshoi está de parabéns! Bravo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jewels é realmente incrível Sarah! Eu já tinha assistido antes com a Ópera de Paris, mas só quando vi com o Bolshoi é que eu passei a entender o sentido dessa obra. É uma verdadeira aula de história da dança em forma de espetáculo, onde vemos momentos chave da evolução do ballet: O Ballet Francês em Esmeraldas, o Ballet Americano em Jewels e o Ballet Russo em Diamantes. E a produção em si, dos figurinos e cenários está lindíssima!
      Fico muito feliz que você tenha gostado Sarah^^ E obrigada por compartilhar conosco o seu ponto de vista sobre esse espetáculo!

      Excluir
    2. Correção:
      O Ballet Americano em Rubis

      Excluir

Postar um comentário