Ballet "La Bayadère"

Oi Pessoal, td bem com vcs???
Primeiro gostaria de falar com vcs sobre a nova votação, que entrou no dia 14/09 e vai até 28/09, com o tema "Ópera de Paris". Escolham sua peça preferida e ela será postada aqui no blog em breve, participem!!!!
Gente, gostaria muito de pedir uma coisa a vcs. As vezes vcs tem o costume de escrever em posts mais antigos, e pode acontecer de eu demorar muito pra resp. Então gostaria de pedir que vcs escrevessem sempre na materia mais recente pra q isso não ocorra! Pretendo fazer um mural de recados pra facilitar, ok?
Bom, agora vamos ao nosso ballet de hj, que é uma versão de La Bayadère que foi super dificil de achar! É a versão do Kirov de 77. Uma coisa que vcs poderão certamente notar é o fato de tanto essa como a versão da Ópera de Paris (q trarei em outra oportunidade) terminam na cena do Reino das Sombras, que corresponde ao seg ato do libretto original. Isso não quer dizer que essas versões não estejam completas, pois existe uma explicação histórica. De acordo com o q pesquisei, o terceiro ato original, q mostra o casamento de Gamzatti, a destruição do templo e o reencontro de Solor e Nikiya do outro lado vida, se perdeu em meados de 1918, durante a Revolução Russa. Por isso q uma das produções mais importantes dos dias de hj é a de Natalia Makarova, pois ela foi uma das primeiras a reconstituir o final trágico dessa peça.
Então podem baixar e assistir tranquilamente essa versão, é simplesmente maravilhosa!!!
La Bayadère
Companhia: The Kirov Ballet/Mariinsky Ballet
Ano: 1977
Bailarinos Principais:
Gabriela Komleva como Nikiya
Rejen Abdyev como Solor
Tatyana Terekhova como Gamzatti
Links:
https://1drv.ms/f/s!Ar6VXXHgq-Sqtma0WBYy3bUU9yUL

Formato do Vídeo: DVD

Aplicativos Úteis: Clique Aqui!

Espero q gostem pessoal^^

Comentários

  1. Thank you very much!I very looking forward it to Ondine from Royal Ballet.Sorry for my crazy respond! =D
    Vaclav

    ResponderExcluir
  2. Oi baixei o ballet hj e está faltando a parte 16 e a 19, não sei se já foi avisado mas resolvi falar mesmo assim

    ResponderExcluir

Postar um comentário